LER/DORT que mais aferam fisioterapeutas brasileiros: uma revisão integrativa

download LER/DORT que mais aferam fisioterapeutas brasileiros: uma revisão integrativa

of 27

  • date post

    03-Dec-2019
  • Category

    Healthcare

  • view

    3
  • download

    0

Embed Size (px)

description

RODRIGUES, Israel Vitor Bonfim. LER/DORT que mais afetam fisioterapeutas brasileiros: Uma revisão integrativa. 2019. 27 f. TCC (Graduação) - Curso de Fisioterapia, Faculdade Campo Grande, Campo Grande, 2019.

Transcript of LER/DORT que mais aferam fisioterapeutas brasileiros: uma revisão integrativa

  • FACULDADE CAMPO GRANDE FCGCURSO DE FISIOTERAPIA

    ISRAEL VITOR BONFIM RODRIGUES

    LER/DORT QUE MAIS AFETAM FISIOTERAPEUTAS BRASILEIROS:UMA REVISO INTEGRATIVA

    Campo Grande2019

  • ISRAEL VITOR BONFIM RODRIGUES

    LER/DORT QUE MAIS AFETAM FISIOTERAPEUTAS BRASILEIROS:UMA REVISO INTEGRATIVA1

    Trabalho de Concluso de Curso,solicitado como pr-requisito paraconcluso do curso de bacharel emFisioterapia oferecido pela FaculdadeCampo Grande FCG.Orientadora: Prof Dra. Karla R. A. Porto.

    Campo Grande2019

    1 RODRIGUES, Israel Vitor Bonfim. LER/DORT que mais afetam fisioterapeutas brasileiros: Uma reviso integrativa. 2019. 27 f. TCC (Graduao) - Curso de Fisioterapia, Faculdade Campo Grande, Campo Grande, 2019.

  • AGRADECIMENTOS

    Faculdade Campo Grande - FCG e todo o corpo docente pelas condies e

    pelo ambiente amigvel que proporcionam.

    E a todos que contriburam para a realizao deste trabalho, de forma direta

    ou indireta, deixo registrado aqui, o meu muito obrigado!

  • Coletando os pontos. Depois conectandoos pontos. E ento compartilhando as

    conexes com as outras pessoas a sua

    volta. assim que opera um ser humano

    criativo. Coletando, conectando,

    compartilhando(Amanda Palmer)

  • LISTA DE ILUSTRAES

    Figura 1 QNSO traduzido para a lngua portuguesa ..... 13

  • LISTA DE QUADROS E TABELAS

    Quadro 1. Resultado da busca de artigos ... 18

    Quadro 2. Resultados das combinaes de descritores .. 18

    Quadro 3. Artigos selecionados para discusso 19

    Quadro 4. rea de atuao dos fisioterapeutas estudados e os principais

    fatores de risco associados, segundo cada estudo ... 22

  • LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS

    DORT Distrbios Osteomusculares Relacionados Ao Trabalho

    LER Leso por esforo repetitivo

    MMII Membros inferiores

    MMSS Membros Superiores

    QNSO Questionrio Nrdico de Sintomas Osteomusculares

    Renast Rede Nacional de Ateno Integral Sade do Trabalhador

    SUS Sistema nico de Sade

    UTI Unidade de Terapia Intensiva

  • RESUMO

    Os Distrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) esto

    profundamente associados com os fatores ocupacionais que colocam em risco a

    sade dos trabalhadores, representando um problema grave para a sade pblica

    em relao incapacitao. A fisioterapia considerada uma profisso que

    apresenta risco para o desenvolvimento de distrbios osteomusculares, acarretados

    pela exposio do profissional a longas jornadas de trabalho, sendo frequente o

    aparecimento de leses associadas com a atividade laboral, interferindo no

    desenvolvimento das suas funes. O objetivo deste trabalho foi realizar uma

    reviso integrativa para apontar quais so os distrbios osteomusculares e sua

    relao com as atividades laborais que afetam o fisioterapeuta no exerccio da

    profisso. Os artigos que compem a discusso foram coletados a partir de busca

    eletrnica nas bases de dados LILACS, SciELO, Cochrane Library e BioMed Central,

    foram selecionados artigos publicados entre 2003 e 2018 que tenham sido

    publicados em lngua portuguesa ou inglesa. Foram encontrados 1219 artigos, dos

    quais foram selecionados cinco para discusso, e foram descartados 1214 artigos

    de acordo com os critrios de seleo. A incidncia de sintomas

    musculoesquelticos em fisioterapeutas demonstram que a classe profissional est

    propensa ao desenvolvimento de LER/DORT devido aos vrios fatores de risco aos

    quais o profissional est exposto dependendo da sua rea de atuao e local de

    trabalho e as regies anatmicas mais acometidas, segundo os estudos analisados,

    foram os segmentos da coluna vertebral, seguido pelas articulaes de ombro,

    cotovelo, punho/mos, joelho e tornozelo.

    Palavras-chave: Fisioterapeutas, Sade do Trabalhador, DoenasMusculoesquelticas, DORT, LER-DORT

  • ABSTRACT

    Work-related musculoskeletal disorders are deeply linked with the occupational

    factors that put workers' health at risk, posing a serious public health problem as of

    incapacity. Physiotherapy is considered a profession that's at risk for development of

    musculoskeletal disorders, caused by exposure to long working hours. Work-related

    injuries are frequent and may interfere in these professional's work duties. The

    purpose of this study was to do an integrative review as to identify the

    musculoskeletal disorders and their relation with the labour activities that affect

    physiotherapists while exercising their profession. The articles used for discussion

    were collected through an online database research on LILACS, SciELO, Cochrane

    Library and BioMed Central. The chosen studies were published between 2003 and

    2018 and were published either in Portuguese or English. 1219 articles were found,

    of which five were selected for discussion, thus, 1214 articles were discarded

    according to the selection criteria. The incidence of musculoskeletal symptoms

    shows that this professional field is prone to the development of work-related

    musculoskeletal disorders due to the many risks to which these professionals are

    exposed on the workplace, and the most affected anatomical regions, according to

    the studies analysed, were the segments of the spine followed by shoulders, elbows,

    wrists/hands, knees and ankles.

    Keywords: Physiotherapists, Occupational Health, Musculoskeletal Diseases,Cumulative Trauma Disorders, Overuse Injuries

  • SUMRIO

    1 INTRODUO ....... 11

    2 EMBASAMENTO TERICO ....... 12

    2.1 Atividade laboral ..... 12

    2.2 Doenas musculoesquelticas ............ 12

    2.3 Distrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) .. 13

    2.4 Sade do fisioterapeuta ........ 14

    3 OBJETIVOS ....... 16

    3.1 Objetivo geral .. 16

    3.2 Objetivos especficos ........ 16

    4 METODOLOGIA .... 17

    4.1 Critrios para seleo dos artigos 17

    4.1.1 Critrios de incluso ....... 17

    4.1.2 Critrios de excluso ...... 17

    5 RESULTADOS ... 18

    6 DISCUSSO ...... 20

    7 CONSIDERAES FINAIS ............ 24

    REFERNCIAS ........ 25

  • 11

    1 INTRODUO

    O capitalismo desenvolveu artifcios para controlar e se apropriar da

    criatividade humana aps a percepo de que o trabalho no se limita apenas ao

    esforo fsico e mental destinado produo e devido s transformaes do trabalho

    e das empresas, considerando as necessidades em relao qualidade dos

    produtos e dos servios prestados, comum observar que os limites fsicos e

    psicossociais do trabalhador so ignorados em consequncia da alta demanda de

    trabalho, onde os profissionais esto expostos em tarefas com movimentos

    repetitivos e com poucos e/ou nenhum intervalos por tempo prolongado (KANG;

    KIM, 2010; BRASIL, 2012; DEMO, 2006 apud CARVALHO; GARCIA, 2016).

    A fisioterapia considerada uma profisso que apresenta risco para o

    desenvolvimento de distrbios osteomusculares, acarretados pela exposio do

    profissional a longas jornadas de trabalho, e apesar do conhecimento sobre

    ergonomia, o fisioterapeuta no est imune ao desenvolvimento de doenas

    relacionadas ao esforo fsico repetitivo (CROMIE; ROBERTSON; BEST, 2000;

    SIQUEIRA; CAH; VIEIRA, 2008; DARRAGH; HUDDLESTON; KING, 2009; WANG

    et al., 2015), sendo frequente o aparecimento de leses associadas com a atividade

    laboral do fisioterapeuta, interferindo no desenvolvimento das suas funes

    (FERREIRA et al., 2017). Fisioterapeutas sentem um grande senso de

    responsabilidade para com seus pacientes/clientes e, embora estejam atentos no

    cuidado, no mbito pessoal, no observam os riscos a que esto expostos enquanto

    prestam assistncia (NELSON et al., 2008; CHUNG et al., 2013; DELIBERATO,

    2017). O relato de fadiga e dor atribudo como a causa do abandono dos

    fisioterapeutas entre 10 a 20 anos exercendo a profisso, impulsionando na busca

    outras reas de atuao com menor desgaste fsico (CARREGARO; TRELHA;

    MASTELARI, 2006; TEDESCHI, 2005; NELSON et al., 2008).

    Desta forma, o foco deste trabalho foi realizar uma reviso integrativa com a

    finalidade de apontar os distrbios osteomusculares (DORT) que afetam o

    fisioterapeuta brasileiro no exerccio da profisso e as atividades laborais que

    possam caus-las. Apesar da grande relevncia, os estudos ainda so escassos e

    pouco relatados na literatura em lngua portuguesa, dificultando assim a difuso do

    conhecimento e a preveno.

  • 12

    2 EMBASAMENTO TERICO

    2.1 Atividade laboral

    O trabalho ou atividade laboral pode ser definido como a ao desenvolvida

    pelos seres humanos com o objetivo de produzir riqueza, sendo o resultado da

    combinao do objeto, dos meios, da fora e do produto do trabalho. Estas relaes

    so incentivadas pelo avano tecnolgico e a estrutura social, causando

    modificaes aceleradas no ambiente producente (BAE; MIN, 2016; DELIBERATO,

    2017).

    No entanto, o trabalho uma necessidade caracterizada como um processo

    contnuo entre o homem e a natureza, definido pelo mtodo em que ocorre a

    produo, a distribuio e o consumo dos meios de vida pelos diversos grupos

    humanos (DELIBERATO, 2017).

    Durante o desempenho dos